Acontece na Forluz
Acompanhe Nossos Canais Oficiais

Acontece na Forluz / Notícias

Entenda as mudanças nas regras de empréstimo da Forluz

Institucional

29 de dezembro de 2017

A fim de honrar os compromissos assumidos com seus participantes, a Forluz preza por uma gestão financeira responsável e eficiente. Alinhada a estes princípios e após criteriosa avaliação, a Diretoria Executiva da Fundação aprovou, no último mês de outubro, novas regras para a concessão de empréstimos.

As mudanças entrarão em vigor no dia 1º de janeiro de 2018, mas, durante essa primeira semana, o Autoatendimento do Portal Forluz estará fora do ar para atualização destes critérios. Vale lembrar que os requerimentos feitos antes dessa data serão processados em conformidade com o regulamento anterior e os créditos serão efetuados em 15 de janeiro de 2018.

As principais alterações dizem respeito à redução do valor máximo que poderá ser solicitado e diminuição do prazo de concessão. Estas modificações atendem às recomendações apontadas por estudos de ALM (Asset Liability Management), que estabelecem a relação adequada entre o fluxo de recursos (ativos) e os pagamentos que devem ser feitos.  

Entre outros fatores indicados por esta análise, está a necessidade de maior liquidez para o pagamento de benefícios. Consequentemente, a Entidade precisa reduzir o prazo de seus investimentos e esta ação se aplica à carteira de empréstimos.

Valor

Com os novos critérios, o valor do empréstimo, que era de até 20 vezes o rendimento bruto do participante, passará a ser limitado a 50% do saldo de conta ou 50% do valor bruto resgatável, respeitando a margem consignável, no caso de participantes ativos ou que recebem benefício por Cotas.

Já para os assistidos, a quantia concedida não poderá ultrapassar a margem consignável da Forluz, que é de 30% do benefício bruto, retirando os descontos legais (IR, INSS, Pensão e Sindicato), pago pela Fundação. Empregados afastados das patrocinadoras terão os limites zerados na Entidade.

 

Prazo

O prazo para concessão também foi modificado. Nas regras antigas, o período máximo era de 180 meses. Com os novos critérios, este tempo será de 120 meses. Há algumas exceções, como é o caso dos participantes filiados ao plano TaesaPrev e assistidos que recebem na modalidade Cotas, cujo prazo limite será de 60 meses.

Atenção: para participantes com 80 anos ou que completarem tal idade na vigência do contrato, este tempo será de 24 meses.

 

Avalistas e operação casada

Com as novas regras em vigor, não será mais possível realizar operações simultâneas. Sendo assim, o participante poderá somente efetuar operações casadas. A Fundação visa, desta forma, evitar que a margem consignável seja extrapolada.

O atual regulamento exigia avalistas para quaisquer participantes quando o valor requerido era maior do que a reserva do participante. Com os novos critérios, que definem teto de 50% da reserva, serão necessários avalistas somente em casos de solicitantes com 80 anos ou que vão completar esta idade na vigência do contrato.

Confira o quadro comparativo abaixo e entenda melhor o que muda de acordo com o perfil e situação de cada participante:

 

Ativos
 Regras antigasA partir de janeiro/2018
Prazo180 meses

120 meses

Exceção: para participantes Taesa, o prazo é de 60 meses.

ValorLimitado à 20 remunerações,  respeitando a margem consignável. 50% do valor bruto resgatável da reserva de poupança, respeitando a margem consignável
AvalistasPara solicitações acima do bruto resgatável. Não serão necessários.

 

Afastados

Considerando o INSS e a complementação salarial.

Não será concedido empréstimo

 

 

Assistidos
 Regras antigasA partir de janeiro/2018
Prazo180 meses

120 meses

Participantes com 80 anos ou mais ou que completarem tal idade no decorrer do contrato, o prazo será de 24 meses.

ValorO menor valor entre margem consignável somado ao INSS, liquido salarial Forluz e limitado a 20 remunerações;Margem consignável da remuneração Forluz
AvalistasPara participantes com 80 anos ou mais ou que completarem tal idade no decorrer do contrato.Para participantes com 80 anos ou mais ou que completarem tal idade no decorrer do contrato.

 

Cotas
 Regras antigasA partir de janeiro/2018
Prazo120 meses

60 meses.

Para participantes com 80 anos ou mais ou que completarem tal idade no decorrer do contrato, o prazo é de 24 meses.

ValorMargem consignável, considerando como se fosse benefício vitalício, limitado a 20 remunerações.Limitado a 50% do valor do saldo de conta remanescente ou 50% do valor bruto resgatável da reserva de poupança, respeitando a margem consignável
AvalistasPara participantes com 80 anos ou mais ou que completarem tal idade no decorrer do contrato.Para participantes com 80 anos ou mais ou que completarem tal idade no decorrer do contrato.

 

 


Número de Visualizações Visualizações 12193

Comentários

Não há comentários para essa notícia.
Envie o seu comentário.

Oferecer soluções previdenciárias, gerindo com eficácia e eficiência os recursos financeiros de seus participantes.

Fale com a Forluz
Forluz - Fundação Forluminas de Seguridade Social
Avenida do Contorno, 6500, 3° Andar - Lourdes
CEP 30110-044 Belo Horizonte . MG


Previdência Social
Atendimento Telefônico Gratuito

0800-0909090

ligações via celular

(31) 3214-6600

Acompanhe Nossos Canais Oficiais